sábado, 28 de julho de 2012

"A crise da Europa existe por causa do socialismo"

From: Euclides Lopes
Date: 27/07/2012 12:35:23
To: Francisco Vianna
Vianna, chegou às portas da Alemanha. E você pensou que não chegaria? Ah é, hein! Você ainda vai se surpreender Vianna, a crise vai chegar a lugares que você e os seus nem sonharam.
Vianna, meu amigo, acord! O capitalismo morreu, camarada. O mundo anseia pelo Socialismo, não faça força contra, meu companheiro.
Euclides

From: Francisco Vianna
Date: 27-07-2012 22:04:28
To: Euclides Lopes
Euclides,
A crise da europa existe por causa do socialismo e seu capitalismo de estado...
E é esse socialismo europeu que vai acabar com a implosão da UE e da zona do euro. Só não vê isso quem está com a mente embotada pelas lorotas marxistas...
Eu estou bem acordado, amigo, e por isso é que não sou seu 'tovarish'...
Francisco

From: Jim Pereira
Date: 27/07/2012 19:25:31
Cc: Francisco Vianna
Francisco,
A que SOCIALISMO se refere o seu amigo?
A este?

A este?

A este? 


From: Francisco Vianna
Date: 28-07-2012 00:12:13
Jim,
Nem o Euclides sabe...
Ele é um lavado cerebral pelo marxismo e os socialismos, de qualquer tipo que seja (sovietismo, maoismo, fascismo, nazismo, polpotismo, castrismo, e agora essa geringonça que está levando a Venezuela à miséria, o tal de 'bolivarianismo'), leva ivariavelmente ao mesmo resultado histórico e raso: atraso e miséria.
Claro que na Europa milenar, as nações conseguiram evitar que esses socialismos radicais vingassem, e acharam melhor negócio exportá-lo para a América 'latrina', para travar o nosso desenvolvimento, coisa que, em parte, conseguiram. Mas a própria União Européia foi formada sob um certo viés socialista na medida em que os governos "garantiram" a gastança geral do povo, sem que a contrapartida do crescimento do trabalho e do aumento da geração da renda pudesse consubstanciar aquele inconsequente 'carnaval econômico'. Os socialistas europeus sonharam em criar uma espécie de Estados Unidos da Europa, mas, é claro que, quando a coisa chegou a termo e viram o tamanho do abacaxi que iriam ter que descascar, a maioria das nações (por cincidência as que estavam em melhor situação, não quiseram ficar sob o tacão de Berlim) tirou o seu da reta.
E a situação é a que vemos aí. E ainda por cima aceitaram comprar muitos dos créditos podres do subprime norte-americano, outra excrescência da interferência de Washington e do FED nos bancos e financeiras de Wall Street (iniciada no governo Clinton), que os forçou a estender crédito de maneira indiscriminada e facilitada, violentando todas as regras de mercado, sob a ilusão socialista de "acabar com a pobreza" nos EUA distribuindo dinheiro dos outros para os que não conseguem produzir nada...
O Euclides sabe disso, e para te dizer a verdade, não sei porque ainda perco meu tempo com ele...
Abração,
Francisco Vianna, 28-7-2012

Relacionado: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-