quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Covid-19. Um milhão de casos num só dia. EUA registram recorde mundial de novas infeções (E o Trump?)

RTP

Os Estados Unidos registraram na segunda-feira um recorde mundial de novos casos de Covid-19, ao contabilizar mais um milhão de infetados na segunda-feira. É a primeira vez desde o início da pandemia que um país registra um milhão de novos casos num só dia.

Foto: Andrew Kelly/Reuters

De acordo com números apresentados pela Universidade Johns Hopkins, 1,06 milhões de norte-americanos testaram positivo para o coronavírus SARS-Cov-2 na segunda-feira.

Este recorde é quase o dobro do recorde anteriormente registrado no país (590 casos diários contabilizados há apenas quatro dias nos EUA).

Tal como acontece noutras geografias, o país enfrenta uma nova vaga de Covid-19, em muito alimentada pela variante Ômicron.

Os Estados Unidos também lideram o mundo no número médio diário de novas mortes, sendo responsável por uma em cada cinco mortes registadas a cada dia.

Desde o início da pandemia, os Estados Unidos já contabilizaram 56.280.742 casos de infeção e 830.349 mortes relacionadas com a Covid-19.

No domingo, o principal conselheiro da Casa Branca para a crise de saúde, Anthony Fauci, afirmou que o aumento do número de casos de Covid-19 nos Estados Unidos segue uma curva "quase vertical".

Com o número de infeções a atingir novos recordes, há vários fatores potencialmente importantes a ter em conta na leitura destes números.

Lamentável. Nem um ai, nem um ui sobre o GOVERNO DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA! A culpa é toda do vírus, da verticalidade, da Samantha Evans (nem sei se existe!), do André Ventura e, claro!, do maior culpado de todos: Jair Messias Bolsonaro!

Mas, e o Trump? Quem é?

Aprendi a lição. Nas próximas eleições presidenciais brasileiras já sei em quem não votar. Assim, independentemente do número de casos desse vírus chinês, pode ser dez por dia, o Brasil seguirá a curva (quase) vertical mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-