quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Duplo clássico no horizonte

FC Porto venceu em Vizela, por 3-1, e vai defrontar o Sporting nas meias-finais da Taça de Portugal, disputadas a duas mãos

O FC Porto qualificou-se para as meias-finais da Taça de Portugal depois de vencer nesta quarta-feira em casa do Vizela, por 3-1, em jogo dos quartos de final da prova. Matheus Uribe (8m), Fábio Vieira (65m), de penálti, e Evanilson (89m) foram os marcadores de serviço nos Dragões, que agora vão defrontar o Sporting nas meias-finais da prova rainha, disputadas a duas mãos.

Foto: Hugo Delgado/Lusa

Com Marchesín entre os postes da baliza portista e a assumir-se como a única novidade no onze em relação ao jogo no Estoril, o FC Porto entrou com uma postura autoritária e antes da dezena de minutos já estava em vantagem. Na sequência de um canto cobrado por Vitinha, uma série de ressaltos deixaram a bola caprichosamente à mercê de Matheus Uribe, que fuzilou a baliza de Pedro Silva com o pé esquerdo (8m). O remate portentoso do médio colombiano foi devidamente validado pelo VAR, mas a resposta do Vizela não se fez esperar muito e Raphael Guzzo quase fez o empate após um mau alívio de Mbemba para a entrada da área (19m).

O atrevimento vizelense seria devidamente recompensado pouco depois: Guilherme Schettine lançou Cassiano e o avançado brasileiro fez a bola sobrevoar Marchesín no frente a frente com o guarda-redes argentino, restabelecendo a igualdade (24m). Na resposta, Luis Díaz ainda ameaçou a baliza do Vizela (37m), que ficou a tremer com a bola que foi à barra na sequência de um longo lançamento de linha lateral de Matheus Uribe (39m). Apesar do maior ascendente portista ao longo dos primeiros 45 minutos, o encontro foi para intervalo com o marcador a mostrar um golo para cada lado. Logo a abrir a etapa complementar, Evanilson invadiu a área vizelense e, já de ângulo difícil, rematou ao poste (47m).

A boa reentrada dos Dragões viria a ter efeitos práticos, com um jogador lançado por Sérgio Conceição para o segundo tempo a assumir um papel determinante: Fábio Vieira provocou a mão na bola de Zag na área do Vizela e assumiu ele mesmo a cobrança do respetivo penálti. Bola para um lado, guarda-redes para o outro e o FC Porto novamente na frente do marcador (65m). Depois de marcar, Fábio Vieira quase assistiu Evanilson para o 3-1, mas Pedro Silva opôs-se com categoria ao cabeceamento do avançado brasileiro (68m). Até ao derradeiro apito de João Pinheiro, ainda houve tempo para Evanilson assinar o 3-1 final, de cabeça, após um canto bem batido por Bruno Costa (89m). Com competência e naturalidade, o FC Porto segue em frente na Taça de Portugal.

Título e Texto: FC Porto, 12-1-2022, 22h49

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-