terça-feira, 6 de dezembro de 2022

Jacaré penetra invade piquenique no Bosque da Barra

Toalhas foram forradas no gramado, bebidas e quitutes deliciosos foram arrumados geometricamente nas mesas improvisadas

Patricia Lima

Dezembro, último mês de ano. Momento de encerrar ciclos e abrir a mente para novas perspectivas diante de um novo ano que se aproxima.

Para fechar o ano, com chave de ouro, grupos de amigos, familiares ou colegas de trabalho, organizam celebrações para demonstrarem a sua gratidão pela convivência, sabores e dissabores vividos juntos.

Neste final de semana, um grupo de pessoas decidiu fazer um piquenique no agradável e bucólico Bosque da Barra, na Zona Oeste da cidade.

Toalhas foram forradas no gramado, bebidas e quitutes deliciosos foram arrumados geometricamente nas mesas improvisadas. Diversão, risos e sabores sendo compartilhados fraternalmente entre os presentes.

Sem que percebessem, no entanto, alguém os espreitava de forma sorrateira. Poucos notaram, mas a fome havia sido despertada dentro do plácido lago, próximo à apetitosa comilança.

De repente, algumas pessoas começam a gritar em desespero. Eis que surge um jacaré, que teve o seu interesse despertado pelo reboliço dos presentes e pela comida que, para o seu paladar, parecia um manjar dos deuses.

O jacaré saiu destemido do lago em direção à comida da primeira toalha. As pessoas começaram a se exaltar assustadas. Uma mulher, amante da natureza, exclamou: “Olha, ali. Que lindo!”. Nem todos pensavam assim.

Diante da aproximação determinada do jacaré, algumas mulheres começaram a recolher os quitutes, de forma surpreendentemente destemida. Apesar do alvoroço, o jacaré não se intimidou e partiu para cima da comida.

Movida por um astuto pensamento, uma garota lançou um quitute distante da mesa para o jacaré comer. O despiste funcionou. A menina jogou mais quitutes em direção ao lago, e o animal acompanhou, até se afastar da mesa.

Felizmente, a história teve um feliz e ninguém saiu ferido. Mas todo o cuidado é pouco em tal tipo de situação. A cidade do Rio de Janeiro é convidativa à realização de eventos ao ar livre, mas devemos nos certificar dos perigos que rondam as paisagens bucólicas que apreciamos. Neste caso, foi um jacaré, facilmente enganado. Mas poderia ser outro tipo de perigo. Todo cuidado é pouco!

A cena foi filmada por uma participante do inusitado evento, e o vídeo postado nas redes sociais.

Título e Texto: Patricia Lima, Diário do Rio, 5-12-2022

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-