domingo, 25 de setembro de 2011

Diego: mais um emocionante resgate


Diego. Foto: Clube dos Vira-Latas

Olá. Meu nome é Diego e nesta semana eu deveria ter morrido. Nunca tive nada e sou apenas um cãozinho pobre, que nasceu e sempre viveu nas ruas. Durante toda minha vida, sonhei com um lar e na imensidão do abandono, assistia aos outros cães passeando com seus donos, todos felizes e me perguntava o porquê eu não podia ter aquilo. Que mal teria feito eu ao mundo para ter sido excluído dele? Humildemente, voltava para minha solidão e mesmo sem ter nada, agradecia a Deus como se tivesse tudo.
Em uma de minhas andanças, tornei-me um obstáculo. Após um tropeção, tive minha patinha esmagada por uma pisada. Sou pequeno. Gritei e no desespero, mordi a pessoa, como um reflexo incontrolável da dor. Pedi desculpas, mas acabei sendo levado ao CCZ para ser descartado do mundo, como um objeto que deixou de combinar com a mobília. Lá, porém, encontrei humanidade. Sem condições de me operar e recusando-se a me eutanasiar, eles me trouxeram para o Clube dos Vira-Latas. Ontem, passei por uma cirurgia aqui e tive minha patinha reconstruída.
Estou bem e pela primeira vez, tenho abrigo da chuva e da fome. Quem sabe agora eu não encontre alguém que queira dar uma fração de si em troca de todo o meu amor.
Muito obrigado a todos que ajudam o Clube, por me darem dignidade. Devo a vocês, minha vida.
Clube dos Vira-Latas
Outra história:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-