terça-feira, 12 de janeiro de 2021

[Atualidade em xeque] Nuances geopolíticas

José Manuel

Geopolítica é a congruência entre demasiados grupos de estratégias adotadas pelo Estado para administrar seu território, e anexar a geografia cotidiana com a história. Desta forma, geopolítica é um campo de conhecimento multidisciplinar, que não se identifica com uma única disciplina, mas se utiliza principalmente da Teoria Política e da Geologia e Geografia ligado às Ciências Humanas e Ciências Sociais aplicadas.” Wikipédia

Em Geopolítica não existe fã-clube de políticos ou torcida de presidentes, sejam eles quem forem.

As análises e os estudos se debruçam sobre que tipo de política está sendo executada por determinado país e se essa política é ou não interessante ao desenvolvimento do nosso próprio país.    

Por exemplo, fatos ocorridos recentemente nos Estados Unidos da América do Norte estão colocando em xeque, no caso do Brasil, acordos firmados e toda uma política de desenvolvimento planejada para as próximas décadas. 

O atual presidente daquela importante nação do norte, deu continuidade ao longo de seu mandato à cooperação seja diplomática, comercial ou militar com o Brasil, sendo um parceiro importante nessas relações bilaterais.

Durante seu mandato fomos recebidos com bastante respeito em todas as áreas e assinamos acordos de cooperação comercial, militar e tecnológica.

O Brasil foi alavancado a uma posição importante no cenário mundial e até convidado a fazer parte, como observador, da Otan, fato extremamente importante para a nossa defesa, pois sendo um país com uma costa atlântica de mais de oito mil quilômetros, nunca tínhamos estado tão bem neste aspecto. 

Porém, ao que tudo indica, algo deu errado por lá e agora o Brasil corre o risco de ser marginalizado pela nova administração que mesmo antes da certeza de sua posse já sinalizou isso via comentários deprimentes a uma diplomacia moderna.

É aqui que temos de ficar atentos inclusive com a tecnologia de informação (redes sociais) exercendo forte predominância política e social na geopolítica atual.

A forte concentração de poder e riqueza nas mãos de apenas alguns está provocando o caos político e intelectual até em nações poderosas como os Estados Unidos pelo fácil manejo das mentes de seus habitantes em qualquer camada social.

No Brasil não será diferente e a censura protagonizada por plataformas TI muito utilizadas nas três últimas décadas, diante de uma nova ordem geopolítica mundial, começam a produzir um pânico generalizado na população, pois a sociedade brasileira nunca esteve preparada para este advento súbito. 

Agora, a conscientização dos países menos protegidos como o Brasil, por exemplo, deverá se concentrar e bifurcar essencialmente em duas atitudes como, por exemplo, a não intromissão externa ou permissão de formação desses oligopólios gigantes e a fragmentação das informações via plataformas múltiplas e interligadas, para que fatos deploráveis como o que estamos vendo, não voltem a ocorrer no futuro. 

É preciso tomar muito cuidado, pois em mais algum tempo entrarão em nossas cozinhas para determinar nosso tipo de alimentação.


Título e Texto: José Manuel, 12-1-2021 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-