terça-feira, 14 de junho de 2022

PT nem esconde mais o jogo sujo

Rodrigo Constantino

Leonardo Boff, o subversivo "cristão" petista, confessou que Lula fará um discurso político conciliatório, mas que, se eleito, fará um governo radical. Isso foi na mesma semana em que a ex-presidente Dilma confessou que o socialismo sempre foi o sonho petista: "Sempre sonhamos com isso", disse ela.

Como constatou Salim Mattar, "Até que enfim eles estão admitindo a verdade. Daí o risco do ex-presidiário Lula ser eleito". Qualquer pessoa minimamente atenta sabe que o PT mira no exemplo venezuelano para o Brasil, que sempre enalteceu o regime cubano. Durante seu período no poder, o partido tentou levar o país nessa direção, mas sem muito sucesso.

Não faltam bobocas, porém, que repetem por aí que isso é só retórica para mobilizar a base mais radical da esquerda. Essa turma quer crer - ou enganar trouxas - que é tudo da boca para fora, que o PT não sonha, de fato, com o modelo socialista sendo implantado no Brasil.

Eles confessam o desejo, dão todas as provas de que falam sério, chegaram a fundar o Foro de SP com o ditador comunista Fidel Castro, mas os bobinhos inocentes preferem acreditar em suas fantasias de um PT moderado em vez de crer no que os próprios olhos veem e os ouvidos escutam. É um espanto!

O sonho petista seria o maior pesadelo para o povo brasileiro. O socialismo, afinal, sempre trouxe o mesmo resultado em todo canto do planeta: miséria e escravidão. Não é aceitável transigir com esse tipo de ameaça, levar na brincadeira esse tipo de ideologia totalitária coletivista nefasta.

O que chama a atenção, porém, é o fato de o PT saber muito bem que o socialismo não conta com amplo apoio popular. Por que, então, confessar o crime desse jeito tão aberto? Isso só alimenta mais a desconfiança nas urnas eletrônicas.

Só se Lula estiver muito seguro de que leva na mão grande, sem necessitar do eleitor de fato, faz sentido essa postura de seus aliados. Seria uma preparação para depois colocar em execução o plano diabólico sem que possam reclamar que se trata de uma surpresa. Bem, pelo visto seria uma surpresa para os "liberais" idiotas que fecham os olhos e os ouvidos para imaginar um Lula mais moderado...

Título e Texto: Rodrigo Constantino, Gazeta do Povo, 14-6-2022, 11h29

Relacionado: 
Leonardo Boff: “Lula será político no discurso, mas radical na prática”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-