segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Anote na Agenda: presidenciáveis participarão de mais nove debates até o 1º turno

Próximo encontro será nesta sexta-feira, 17 de agosto


O primeiro debate entre os candidatos à Presidência da República nas eleições de 2018, realizado na última quinta-feira, 9, pela TV Bandeirantes, avivou a atenção de boa parte do eleitorado brasileiro para o pleito que se aproxima. Os índices de audiência (7,5 pontos no Ibope, contra menos de um ponto do programa que o antecedeu na emissora) e de conversa nas redes sociais (1,6 milhão de publicações sobre o tema no Twitter, segundo a Fundação Getúlio Vargas) indicam interesse da população nos encontros entre os presidenciáveis.

Até 7 de outubro, dia da votação em primeiro turno, estão programados ao menos nove debates e sabatinas. O próximo encontro será promovido na sexta (17) pela RedeTV! em parceria com a revista IstoÉ, a partir das 22h, com mediação dos jornalistas Boris Casoy, Amanda Klein e Mariana Godoy.

Confira a agenda dos debates de 2018:

17 de agosto – RedeTV!/ IstoÉ 
Debate com os candidatos a presidente da República, a partir das 22 horas. O encontro será transmitido pela televisão e, simultaneamente, pelo portal da emissora, pelo UOL, e nos perfis da RedeTV! no FacebookTwitter e Youtube.

27 de agosto – Rádio Jovem Pan 
Debate com os cinco candidatos à Presidência mais bem colocados nas pesquisas de intenção de voto. O encontro acontecerá durante o 5º Fórum da Liberdade e Democracia e será transmitido para todas as plataformas digitais da Rádio Jovem Pan.

27 a 31 de agosto – Rede Globo/ Globo News 
Os candidatos a presidente da República serão entrevistados na bancada do Jornal Nacional. Na sequência, os presidenciáveis concederão entrevistas para o Jornal das Dez, na GloboNews.

3 de setembro – Rádio CBN
A emissora iniciará nesta data a série de entrevistas com os candidatos à Presidência da República. As transmissões acontecerão a partir das 8 horas e terão duração de 45 minutos.

9 de setembro – TV Gazeta/ Estadão 
Debate com os candidatos à Presidência da República, a partir das 19h30. Os políticos responderão perguntas dos jornalistas e também questões enviadas pelos internautas por meio das redes sociais.

17 a 21 de setembro – Rede Globo 
Os candidatos a presidente serão sabatinados no Jornal da Globo.

18 de setembro – Piauí e Poder360/ Youtube 
Debate com presidenciáveis do PDT, PT, PSL, Rede e PSDB promovido em parceria entre o portal Poder360 e a Revista Piauí. O encontro está agendado para as 10 horas e acontecerá no YouTube Space do Rio de Janeiro. A transmissão acontecerá, ao vivo, pelos canais da Piauí e do Poder360 no YouTube.

20 de setembro – TV Aparecida
Debate político promovido pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que ainda precisa ser confirmado com as lideranças partidárias. O evento deverá acontecer com os candidatos a presidente a partir das 21h30. O encontro será realizado no Santuário Nacional em Aparecida (SP), contará com a produção da TV Aparecida e poderá ser transmitido no portal A12, e em outras emissoras de rádio e TV católicas.

26 de setembro – SBT/ Folha
Debate com os presidenciáveis, a partir das 18h20. O evento será transmitido na televisão pelo SBT e na internet pelos portais do UOL e da Folha. Também será possível acompanhar o encontro pelas redes sociais dos três veículos.

30 de setembro - TV Record 
Debate político com os candidatos ao Palácio do Planalto, após 22 horas. O encontro também poderá ser acompanhado no portal R7.

4 de outubro – Rede Globo 
O debate que encerra o ciclo de encontros entre os presidenciáveis no primeiro turno será realizado três dias antes da votação. A data também marca o término do horário eleitoral gratuito no rádio e na TV.

7 de outubro
Primeiro turno das eleições 2018

11 de outubro – Band 
Primeiro debate com os presidenciáveis no segundo turno da disputa ao Planalto, a partir das 22 horas. O evento também será transmitido nos canais BandNews e Terraviva, nas rádios Bandeirantes e BandNews FM e, pela internet, no portal da Band e no canal de jornalismo da emissora no YouTube.

14 de outubro – TV Gazeta/ Estadão
Encontro entre os candidatos no segundo turno da disputa para presidente da República, a partir das 19h30. Os políticos debaterão entre si, responderão perguntas dos jornalistas e também questões enviadas pelos internautas por meio das redes sociais.

15 de outubro – RedeTV
Debate com os presidenciáveis que chegaram ao segundo turno, a partir das 22 horas. O encontro será transmitido na televisão e, simultaneamente, no portal da emissora, no portal UOL e nos perfis da RedeTV! no FacebookTwitter e Youtube.

17 de outubro – SBT/ Folha
Debate com os políticos no segundo turno da corrida presidencial nas eleições 2018. O evento será transmitido, simultaneamente, na televisão pelo SBT e na internet pelos portais do UOL e da Folha. Também será possível acompanhar o encontro pelas redes sociais dos três veículos.

21 de outubro – TV Record
Debate com os presidenciáveis no segundo turno, a partir das 22 horas

26 de outubro – Rede Globo 
Último debate com os candidatos à Presidência da República antes do segundo turno das eleições 2018, a partir das 21h30.

28 de outubro 
Segundo turno das eleições 2018

Relacionados:

4 comentários:

  1. O que adianta debate em um país onde a massa é ignorante. Basta ir a um banheiro público ou de shopping para perceber o nível do povo que irá as urnas.

    ResponderExcluir
  2. Vou de Henrique Meireles. Desta tralha toda é o menos pior.

    ResponderExcluir
  3. Certas pessoas comem a bosta como se fossem chocolates, aliás alguns sentem até sabor de chocolate.
    Desde 1988 o PMDB ou o velho MDB governa esse país.
    O MDB que fez essa constituição de de merda.
    Saibam que é difícil para essa casta diferenciar conservador de LIBERAL.
    Liberalismo político é diferente de liberalismo econômico.
    Brasileiro acha que o sistema de trabalho nosso é o melhor do mundo, cheio de direitos, onde o patrão gasta mais que empregado para ter empregado.
    Fatos são fatos. Um comandante da VARIG ganhava na década de 80, 5 vezes mais que um senador da época. Se fosse hoje o salário de um comandante tinha que ser 800.000 mil reais.
    Flight na época ganhava 60% do salário do comandante.
    O PMDB foi base de todos governos.
    Não existe menos pior, pior já é maior que ruim.
    NÃO ADIANTA TROCAR PENICO E COLOCAR AS MESMAS BOSTAS, TEM QUE DEIXAR O PENICO COM BOSTAS DIFERENTES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PMDB e PSDB são hoje, coadjuvantes deste processo podre. Outrora eram os idealizadores. O PT apenas expôs a sua canalhice. O Gramscismo dizia que o socialismo só dará certo quando povo não tiver consciência que vive nele.

      Temos aqui o desenho perfeito desta realidade, sustentada pela ignorância e oportunismo.
      Carlos D’Ávila

      Excluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-