sábado, 19 de junho de 2021

‘Não deixam’ Bolsonaro governar, diz presidente do Superior Tribunal Militar

'Tudo atribuem ao presidente. Tudo de errado', disse o general Luis Carlos Gomes Mattos

Fábio Matos

O presidente do Superior Tribunal Militar (STM), general Luis Carlos Gomes Mattos, saiu em defesa do governo de Jair Bolsonaro. Em entrevista à revista Veja, ele acusou a oposição de tentar, a todo custo, impedir o presidente de comandar o país, “esticando demais a corda”.

“Houve alguma acusação de corrupção contra o presidente Bolsonaro? Ele se elegeu para combater a corrupção. De todas as maneiras estão tentando atribuir alguma coisa a ele e não conseguiram até agora. Deviam deixar o presidente governar, mas não deixam”, disse o general.

“Quem critica Bolsonaro faz isso de manhã, de tarde, de noite… Tudo atribuem ao presidente. Tudo de errado. Será que você aguentaria isso? Que reação eu teria? Não sei. E alguma coisa boa atribuem? O Brasil está crescendo, a economia está crescendo, mesmo com todas as dificuldades. Não tenho dúvida de que estão esticando demais a corda”, prosseguiu o presidente do STM.

Indagado sobre quem seriam as forças interessadas em “esticar a corda”, o militar disse que se referia aos oposicionistas. “Política é assim: tem gente contra e tem gente a favor. Quem está contra logicamente vai esticar essa corda, como se diz, até que ela arrebente. Esses, na verdade, são os que não têm muito apreço pela democracia, os que defendem ditaduras e apoiam ditadores. Quando a corda vai arrebentar? Isso eu não sei”, concluiu Mattos.

Título e Texto: Fábio Matos, revista Oeste, 18-6-2021, 17h40

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-