sábado, 18 de agosto de 2018

ONU, PT, jornalistas: um roteiro combinado

o antagonista

Era esperada a articulação da esquerda em nível nacional e mundial para vitimizar Lula e tentar pressionar a Justiça brasileira a infringir a lei e permitir que o corrupto e lavador de dinheiro seja candidato ao Planalto.

Na terça-feira, Lula assinou um artigo cheio lorotas no New York Times, repetindo que foi vítima de um julgamento político;

Ontem, PT e MST fizeram aquele teatro na frente do TSE, como se o tribunal fosse impedir o registro da candidatura do condenado, um ato burocrático a ser legalmente anulado no seu devido tempo;

Hoje, esquerdistas que aparelharam o Comitê de Direitos Humanos da ONU soltaram uma “recomendação” em favor da candidatura do condenado, fato imediatamente alardeado por petistas da imprensa brasileira e francesa (o petista Paulo Paranaguá, editor para a América Latina do Le Monde, mais precisamente) como uma “liminar” das Nações Unidas a ser imposta à Justiça brasileira.

O roteiro estava todo combinado, claro.

Lula é profano e a ONU é palpiteira

Em 2008, Lula falou sobre Cuba: “A autodeterminação dos povos é coisa sagrada. Da mesma forma que não queremos que as pessoas deem palpites nas coisas do Brasil, nós não queremos dar palpites nas coisas dos outros.”

Hoje, a conta de Lula no Twitter publicou: “Comitê da ONU determinou que Lula deve ter livre acesso à mídia e não pode ter sua candidatura barrada.” Fernando Haddad acrescentou: “Não é algo que possa ser ignorado pelas instituições brasileiras.”

Para Lula e seus postes, a autodeterminação dos povos só é sagrada na hora de defender as ditaduras amigas.
Título e Texto: o antagonista, 17-8-2018

2 comentários:

  1. ... e ainda vem esta facada nas costas feita pelas Nações Unidas? Pessoalmente cansei de tantos e-mails e cartas que enviei para a Sede da ONU reclamando da maneira como foi feita a venda, recuperação judicial e falência da VARIG. Durante o tempo excessivo em que a Ministra Carmen Lucia manteve o processo de Defasagem Tarifária na gaveta do STF, mofando, eu clamei pela ONU! Enquanto um grupo de aposentados AERUS agonizava pedindo ajuda no Senado e Congresso, e até durante a greve de fome de um colega aeronauta, eu clamei pelas redes sociais pedindo ajuda à ONU. "Nunca" recebi sequer uma resposta. Agora vejo o tal Celso Amorim com cartinha das Nações Unidas? Difícil crer que alguém com o currículo de Celso Amorim se transformaria defensor
    de uma esquerda criminosa e defensor de político corrupto, condenado e preso. Saber que ainda tem gente que ergue altar para bandido!

    ResponderExcluir
  2. Morre Kofi Annan, ex-secretário-geral da ONU e Nobel da Paz. (E tem gente que acha coincidência. Gente que não acredita...)

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-