quinta-feira, 29 de abril de 2021

Europa alcançará imunidade de rebanho em julho ou agosto, afirma presidente da BioNTech

Empresa alemã desenvolveu, junto com a Pfizer, vacina contra a covid-19

Raquel Hoshino

“A Europa atingirá a imunidade de rebanho em julho, no máximo em agosto”, afirmou o presidente-executivo da BioNTech, Ugur Sahin [foto], em entrevista, nesta quarta-feira, 28. A empresa alemã, junto com a norte-americana Pfizer, desenvolveu um dos imunizantes contra o novo coronavírus.

Segundo o executivo, provavelmente será necessária uma terceira dose da vacina, já que dados de pessoas que a receberam mostram que a resposta imunológica enfraquece com o passar do tempo. Uma terceira dose seria necessária para “recolocar a proteção de volta a quase 100%”, disse. Conforme noticiou Oeste, o CEO da Pfizer, Albert Bourla, deu uma declaração parecida.

Durante a entrevista, Sahin afirmou que a vacina da BioNTech foi testada contra mais de 30 variantes do novo coronavírus, inclusive a do Reino Unido. Sobre a variante da Índia, o executivo disse que as duas companhias ainda estudam a eficácia de seu imunizante. “Mas ela tem mutações que estudamos anteriormente e contra as quais nossa vacina também funciona”, ressaltou.

Título e Texto: Raquel Hoshino, revista Oeste, 28-4-2021, 21h40. Com informações do jornal Valor Econômico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-