terça-feira, 20 de abril de 2021

Sócrates, Lula, Dilma

Há gente na esquerda brasileira que se incomoda com o paralelo entre Sócrates e Lula estabelecido pelo antigo primeiro-ministro português e pela ex-presidente Dilma Rousseff na nova obra literária “Só Agora Começou”. Porque se grande parte do mundo desconfia de Lula, dificilmente haverá no mundo quem confie em Sócrates.

Chamam os brasileiros a atenção para o fato de até o benevolente juiz Ivo Rosa, altamente elogiado por Sócrates, ter admitido que o ex-primeiro-ministro foi “corrompido” pelo “Amigo” Carlos Santos Silva.

Ora, para estes brasileiros, o grau de cegueira que os leva a acreditar na inocência de Lula não os impede de ver que um paralelo com Sócrates só pode ser negativo e contagioso.

E em nada ajuda o prefácio da lendária Dilma Rousseff, autora da célebre solução retrospectiva para a pandemia no Brasil: “Se o Bolsonaro tivesse fechado a fronteira com a China, nada disto teria acontecido…

Título e Texto: Semanário o Diabo, nº 2311, 16-4-2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-