sábado, 24 de julho de 2021

[Versos de través] Quilombos

Haroldo Barboza


Naquela época tais moradias não possuíam internet

ESCRAVOS DOS CHICOTES
Fugitivos de fazendas
Montaram aglomerados
“Santuários da liberdade”

ESCRAVOS DOS NÍQUEIS
Chamados de “favelas”
Amontoados de madeiras
Heranças do império

ESCRAVOS DOS CHIPS
Smarts criam “liberdade”
Patrocínio: “grande irmão”
Rede quilombo virtual

Título e Texto: Haroldo Barboza, julho 2021

Anteriores: 
No cárcere 
Confrarias 
A volta do boêmio 
De joelhos 
Florbela Espanca 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-