quinta-feira, 4 de novembro de 2021

PDT vai ao STF para anular a PEC dos Precatórios

Deputados da legenda votaram com o governo

Cristyan Costa

O Supremo Tribunal Federal (STF) foi acionado nesta quinta-feira, 4, pelo PDT para anular a proposta de emenda à Constituição que trata dos precatórios. A medida foi aprovada nesta madrugada. Em linhas gerais, ela abre espaço fiscal para viabilizar o substituto do Bolsa Família e no novo auxílio emergencial.

Conforme o PDT, ao menos 20 deputados — que estão em viagem para participar da COP26 — votaram de forma remota, o que seria irregular. “Alterou-se o comando que instituía a volta do sistema de votação presencial, que exige a biometria dos parlamentares”, disse o presidente da sigla, Carlos Lupi.

A decisão da legenda ocorre depois de 15 deputados da sigla (62,5% da bancada) votarem a favor do dispositivo. Em reação, Ciro Gomes afirmou hoje que vai suspender sua pré-candidatura à Presidência da República. Ele também assina a ação no STF. “Temos um instrumento definitivo nas mãos”, disse Ciro.

Título e Texto: Cristyan Costa, revista OESTE, 4-11-2021, 13h45

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-