quarta-feira, 15 de agosto de 2018

As dez cidades mais habitáveis

Pela primeira vez, uma cidade europeia lidera a lista da The Economist. Lisboa, única cidade portuguesa na lista de cidades analisadas, surge na 54ª posição

A The Economist publicou o Global Liveability Index 2018, que classifica as cidades mais habitáveis do mundo. A cidade de Melbourne, na Austrália, cai uma posição no ranking abandonando a liderança que tinha até aqui. A lista é elaborada pela publicação económica que analisa diferentes critérios como o risco de um ataque terrorista, a estabilidade, o sistema de saúde, o ambiente, a cultura, a educação e as infraestruturas. A temperatura e a gastronomia também são fatores considerados neste estudo que elege as 140 melhores cidades para viver.

A revista The Economist divulgou a lista das melhores cidades para se viver e, no ranking de 2018, Lisboa subiu dois lugares comparativamente ao ano anterior e ocupa agora a 54ª posição.

O estudo da revista britânica, que analisa fatores como a estabilidade, o grau de violência, os serviços de saúde ou as condições climatéricas, coloca a capital portuguesa à frente de cidades como Roma, Nova Iorque ou Praga, mas atrás de Milão, Barcelona ou Manchester.

Em primeiro lugar da lista de 154 cidades analisadas, surge Viena, na Áustria, que se torna, desta forma, a primeira cidade europeia a liderar a lista que, nos últimos sete anos, esteve entregue a Melbourne, na Austrália, que desce para a segunda posição.

Jardim do Museu de História Natural de Viena, na Áustria. Foto: Heinz-Peter Bader/Reuters
Segundo o relatório, algumas das grandes cidades do mundo são "vítimas de seu próprio sucesso", já que as metrópoles costumam sofrer com problemas de trânsito e violência. Isso deixa Paris apenas na 19ª posição, Londres em 48º e Nova Iorque em 57º. Veja as dez primeiras:

1. Viena, Áustria
2. Melbourne, Austrália
3. Osaka, Japão
4. Calgary, Canadá
5. Sidney, Austrália
6. Vancouver, Canadá
7. (Empate) Toronto, Canadá/Tóquio, Japão
9. Copenhague, Dinamarca
10. Adelaide, Austrália

No final da lista, surge Damasco (Síria), Daca (Bangladesh) e Lagos (Nigéria).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-