sábado, 5 de junho de 2021

Ex-diretor do CDC sofreu ameaças de morte de cientistas por defender origem laboratorial

Robert Redfield disse que sofreu ameaças de cientistas após dizer à CNN que vírus escapou acidentalmente de laboratório - teoria que agências de censura e Átila disseram ser “fake news”

Luigi Marnoto

O ex-diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), Robert Redfield (foto), disse à revista Vanity Fair que recebeu ameaças de morte de outros cientistas após expressar seu apoio à ideia de que o coronavírus se originou de um laboratório de Wuhan.

“Eu não acredito que isso de alguma forma tenha passado de um morcego para um humano”, disse Redfield à CNN em uma entrevista, em março.

“Normalmente, quando um patógeno passa de um animal para um humano, leva-se um tempo para descobrir como se torna cada vez mais eficiente na transmissão de humano para humano.”

A Vanity Fair relatou a reação que Redfield recebeu da comunidade científica depois de sua declaração à CNN. O ex-diretor do CDC disse à revista que sua caixa de entrada foi inundada com ameaças de estranhos que diziam que ele estava sendo “racialmente insensível”, além das mensagens de cientistas proeminentes, um dos quais lhe disse para simplesmente “murchar e morrer”.

“Fui ameaçado e condenado ao ostracismo porque propus outra hipótese. Eu esperava isso dos políticos. Não esperava isso da ciência.”

A teoria do vazamento de laboratório COVID-19 recentemente ganhou atenção mídia que, até o mês passado, considerava a hipótese pura teoria da conspiração – mesmo com informações de domínio público desde fevereiro de 2020 apontando para esta possibilidade.

Após encerrar uma investigação do Departamento de Estado da administração Trump sobre as origens do vírus, o presidente Joe Biden agora também instruiu suas agências de inteligência a conduzir uma revisão sobre a possibilidade de o vírus ter escapado de um laboratório.

A extensa matéria da Vanity Fair – que teve acesso a memorandos internos, atas de reuniões e correspondência por e-mail – revela ainda que conflitos de interesses decorrentes de grandes doações do governo americano para pesquisas virológicas, dificultou a investigação sobre a origem do COVID-19 em todas as etapas.

Continue lendo AQUI »

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-