domingo, 14 de novembro de 2021

Jornal português destaca crianças portuguesas que ‘só falam brasileiro’

Tema se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais no Brasil na semana passada

Afonso Marangoni

Uma matéria publicada pelo jornal português Diário de Notícias, um dos mais tradicionais veículos impressos de Portugal, na quarta-feira 10 chamou a atenção do público brasileiro ao afirmar que há crianças portuguesas que “só falam brasileiro”. O motivo apontado pela publicação seria a influência de youtubers do Brasil, os mais assistidos pelos “miúdos” portugueses, que estariam mudando a forma de falar das crianças.

“Dizem grama em vez de relva, autocarro é ônibus, rebuçado é bala, riscas são listras e leite está na geladeira em vez de no frigorífico. Os educadores notam-no sobretudo depois do confinamento – à conta de muita horas de exposição a conteúdos feitos por youtubers brasileiros. As opiniões de pais, professores e especialistas dividem-se entre a preocupação e os que relativizam, por considerarem tratar-se de uma fase, como aconteceu com as novelas”, diz o jornal português.

“Isso foi mais na altura da epidemia. Depois, com o voltar da escola, deixou de mexer tanto no telemóvel e deixou de falar [as novas expressões] em casa. Mas quando encontra amigos brasileiros, começa a falar a ‘brasileiro. Lembro de um menino perguntar a ele se ele era brasileiro”, disse uma mãe portuguesa ao jornal O Estado de São Paulo.

O tema se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais no Brasil. Os usuários se dividiram entre aqueles que fizeram piada sobre a matéria, apontando a influência brasileira noticiada como uma espécie de “colonialismo reverso” e fazendo comparações entre termos utilizados em Brasil e Portugal, enquanto outros usuários – tanto brasileiros quanto portugueses – questionaram o teor xenofóbico da publicação, ao se referir ao português falado no Brasil como “brasileiro”, apesar do idioma ser um só.

Com informações do Estadão Conteúdo

Título e Texto: Afonso Marangoni, revista OESTE, 14-11-2021, 9h30

Relacionado: 
Em defesa do "português brasileiro"

Um comentário:

  1. Um artigo do jornal socialista que visa problematizar (instigar/acirrar) o que não é problema.
    E sim, com viés anti-Brasil.

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-