quarta-feira, 14 de abril de 2021

Bolsonaro consegue antecipação de doses da Pfizer

Informação foi divulgada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

Afonso Marangoni e Artur Piva

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga [foto], anunciou nesta quarta-feira, 14, que o presidente Jair Bolsonaro conseguiu junto à farmacêutica Pfizer a antecipação de doses da vacina contra a covid-19. Segundo o ministério, serão 15,5 milhões de doses no primeiro semestre, sendo 1 milhão até o fim de abril e o restante em maio e junho.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A previsão anterior do governo era de 13,5 milhões de doses até junho. A vacina da Pfizer já obteve o registro definitivo da Anvisa, mas, por enquanto, o Brasil ainda não tem doses do imunizante. O contrato entre a pasta e a farmacêutica é de 100 milhões de doses de vacinas até o fim de 2021.

“Uma boa notícia que é justamente a antecipação de doses da vacina Pfizer, fruto de uma ação direta do presidente da República, Jair Bolsonaro, com o executivo principal da Pfizer”, disse Queiroga em coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.

Título e Texto: Afonso Marangoni e Artur Piva, revista Oeste, 14-4-2021, 11h02

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-