segunda-feira, 12 de abril de 2021

Prefeito de Aparecida afirma que não recebeu ajuda do governo de SP

Luiz Carlos Siqueira comemorou doações de alimentos recebidas nas últimas semanas, agradeceu ao governo federal e disse que não teve retorno da gestão de João Doria (PSDB): ‘A minha fome não poderia esperar’

Fábio Matos

O prefeito de Aparecida (SP), Luiz Carlos Siqueira (Podemos), agradeceu pelas doações de alimentos recebidas pelo município, em situação crítica em função do fechamento do comércio determinado pelo governo do Estado de São Paulo por causa da pandemia de covid-19.

Em entrevista ao programa Opinião no Ar, exibido nesta segunda-feira, 12, pela RedeTV!, Siqueira destacou a colaboração do governo federal e disse que procurou a administração de João Doria (PSDB), mas não recebeu ajuda. Silvio Navarro, editor-executivo de Oeste, e Rodrigo Constantino, colunista da revista, participaram da entrevista. O programa é apresentado por Luís Ernesto Lacombe e também conta com a participação da jornalista Amanda Klein.

“Eu recorri ao governo de São Paulo, não para buscar recursos, mas para buscar comida. Fiquei aguardando retorno. Só que a minha fome não poderia esperar. Eu fui para Brasília desesperadamente, e recebi os alimentos, que era o que eu mais queria”, contou Siqueira. Indagado se recebeu algum tipo de ajuda do governo do Estado, o prefeito de Aparecida respondeu: “Eu não tive. Eu não tive retorno”.

Siqueira agradeceu à população brasileira pela solidariedade com a doação de alimentos. “Eu pude alimentar toda a minha cidade, todas as entidades assistenciais, a Santa Casa, levando mais de 30 mil litros de leite para as nossas crianças”, afirmou. “Nós tivemos toda uma movimentação nacional do povo brasileiro e de brasileiros do exterior. Juntaram-se todos para que a gente pudesse resgatar a dignidade do nosso povo.”

Segundo o prefeito de Aparecida, mais de 12 mil cestas básicas já foram distribuídas na cidade nesta primeira etapa da campanha de doações. Mesmo assim, diz ele, a situação do município continua muito delicada. “Hoje temos mais de 85% da população da nossa cidade sem renda e sem trabalho. E eu tenho que continuar a luta”, afirmou. “Eu estou com uma cidade, volto a dizer para vocês, destruída.”

Siqueira lembrou da importância de Aparecida para os brasileiros. “Minha cidade é importante para o país. O povo brasileiro é apaixonado por ela, gosta dela. É a referência dos católicos brasileiros. Vocês não imaginam o quanto o povo brasileiro vem aqui e derrama as lágrimas em gratidão a Nossa Senhora.”

Título e Texto: Fábio Matos, revista Oeste, 12-4-2021, 13h

Relacionado: 
Michelle Bolsonaro e João Roma entregam alimentos em Aparecida 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-