sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Nova lei proíbe venda, publicação e circulação de livro de Hitler no município do Rio

Livro ''Mein Kampf'' (no português, ''Minha Luta'') foi escrito por Adolf Hitler em 1924, anos antes de se tornar o líder nazista

Raphael Fernandes

A Prefeitura do Rio de Janeiro sancionou, nesta sexta-feira (7/1), uma lei que proíbe a publicação, distribuição e circulação de conteúdo parcial ou integral do livro ”Mein Kampf” – que no português significa ”Minha Luta” -, escrito por Adolf Hitler em 1924, quando estava preso por uma tentativa de golpe. Na ocasião, ele ainda não era o líder do nazismo, assumindo o posto cerca de 9 anos depois.

A medida, vale ressaltar, é de autoria dos vereadores Prof. Célio Lupparelli (Democratas) e Teresa Bergher (Cidadania) e foi aprovada pela Câmara Municipal da capital fluminense antes de ser sancionada por Eduardo Paes.

Segundo a nova lei, o estabelecimento que for flagrado comercializando o referido livro, isto é, descumprindo a norma, poderá ser multado e, em caso de reincidência, ter seu alvará de funcionamento cassado. Vale ressaltar que, desde 2016, uma decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) proibia a comercialização do livro publicado em 1925 por Hitler.

À época, o juiz Alberto Salomão Júnior, da 33ª Vara Criminal da Capital, entendeu que ”a obra em questão tem o condão de fomentar a lamentável prática que a história demonstrou ser responsável pela morte de milhões de pessoas inocentes, sobretudo nos episódios ligados à Segunda Guerra Mundial e seus horrores oriundos do nazismo preconizado por Adolf Hitler”.

Título e Texto: Raphael Fernandes, Diário do Rio, 7-1-2022 

Relacionados: 
The Real History Behind Netanyahu’s Holocaust Comments 
Nazi doctors: Hitler was gay, took female hormones 
Exposição tenta compreender como Hitler se tornou o "salvador" dos alemães 
A minha luta, de Hitler 
''Se a foice e o martelo podem ser exibidos, porque não a suástica nazista''? 
Os 10 mais cruéis matadores da História
Por que não a Paz com Hitler? Protestos contra a Guerra, Nova Iorque, julho de 1941 
Conhecer o monstro 
As raízes nazistas da causa palestina 
Reductio ad Hitlerum e a Lei de Godwin 
Juiz não vê crime em capa de revista que associou Bolsonaro a Hitler (Contra Bolsonaro tudo é permitido)

5 comentários:

  1. Prefeitura?!
    Que babaquice! Aliás, mais do que babaquice, um insulto a todo o carioca de bem. Particularmente o que mora em Copacabana, nas redondezas da Rua Tonelero…

    ResponderExcluir
  2. Para que o livro circule livremente, basta um 'faz me rir' ao imbecil que fez e providenciou o sancionamento da lei proibitiva. Ele, na verdade, não está preocupado com o conteúdo do livro. O que conta para o ilustre ou ilustres, é a preocupação de um 'extra' que não foi parar em seus bolsos.
    Carina Bratt
    Ca
    Vila Velha ES

    ResponderExcluir
  3. Eu discordo da excrescência jurídica.
    Sempre fui a favor do contra.
    Para ser ateu tem que ler a bíblia.
    Hitler governou a Alemanha qaundo 1 quilo de pão custava 1 milhão de marcos e conduziu ela ao apocalipse nazista no auge econômico.
    O corrupto de 9 dedos de garanhuns pegou o governo no auge do plano real quando 1 quilo de costela custava 1 dólar e largou o governo no auge da pobreza,
    Aliás o plano econômico que salvou a Alemanha foi feito por Hjalmar Schacht o pai do plano REAL de FHC,
    https://jornalggn.com.br/historia/hjalmar-schacht-mago-da-economia-e-pai-do-plano-real-por-motta-araujo/

    Apesar da catarata corrigido em parte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Rochinha, como decorreu a operação?

      Excluir
    2. AINDA EM RECUPERAÇÃO, se alguem pensa QUE LEVA 2 DIAS ESTÁ ENGANADO.

      Excluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-