quinta-feira, 2 de setembro de 2021

Presidente da Federação de Indústrias de MG reitera críticas ao STF e defende carta pela liberdade

Entidade lançou manifesto a favor da segurança jurídica

Cristyan Costa

O presidente da Federação de Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), Flávio Roscoe, reafirmou as críticas da entidade ao Supremo Tribunal Federal (STF). “Sentimos que a liberdade de expressão está sendo tolhida”, declarou, em entrevista ao Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan, nesta quinta-feira, 2.

Foto: Afonso Marangoni/revista OESTE

Segundo Roscoe, o Brasil carece de segurança jurídica devido às mais recentes decisões do STF. “Ninguém investe em um país carente desse conceito”, disse, ao fazer um apelo pela salvaguarda de direitos. “Queremos contribuir com os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário”, afirmou.

Roscoe reiterou a defesa da carta publicada ontem pela FIEMG. “Manifestamos apoio às liberdades de imprensa e de expressão. Impressiona-me ver veículos de comunicação criticando a nossa postura”, lamentou. “Não estamos atacando ninguém. Só queremos que o Judiciário reveja suas decisões.”

Título e Texto: Cristyian Costa, revista OESTE, 2-9-2021, 10h44

Relacionados: 
Bolsonaro recorre de decisão que permitiu ao STF abrir inquéritos sem o aval do MPF 
FIEMG: Manifesto pela Liberdade 
Pensar não é fascista 
Caso Jefferson: ‘Sou contra qualquer prisão por opinião’, diz Ives Gandra Martins 
STF cria Ministério da Verdade no Brasil 
[Livros & Leituras] Os democratas que destruíram a Democracia 
Quem tem medo das redes sociais?
O “politicamente correto” é uma ameaça à Liberdade?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-