quarta-feira, 1 de agosto de 2018

[O cão tabagista conversou com...] Dino Malam Ufaro: “O PAIGC é uma espada para o país. Desde a independência que não tem algo de bom para o país.”

Nome completo: Dino Malam Ufaro

Nome de Guerra: Não tenho

Onde e quando nasceu? Em Bula, região do Cacheu, na Guiné-Bissau. Em 26 de março de 1988.

Onde estudou?
Comecei na escola primária de ponta Muzante, iniciei o quinto ano em Bula no ano 2000, mas não terminei por causa de problemas de saúde, e no seguinte estudei em Bissau no Ensino Básico Unificado 23 de Janeiro.  

Depois, sexto ano em Canchungo. Fiz o sétimo, oitavo e nono ano em Pelundo, e décimo ano novamente em Bula, no liceu de Bula, atual João Paulo II, no ano letivo 2008/2009, e daí já não consegui voltar à turma porque não tinha estado saudável.

Assim, só fiz o décimo primeiro no ano 2015/2016, no Liceu Nacional Kuame Nkruma. Nesse ano aproveitei para fazer um curso intensivo de Eletricidade num centro denominado SENAI, que é centro de formação profissional Brasil/Guiné-Bissau, aliás, já tinha feito um curso neste centro, de Refrigeração.

O que houve com a sua saúde?
Sempre com dores da cabeça, frequentemente!

Foi diagnosticado? Tratou?
Sim, tentei.

Como assim?! Mas então, continua padecendo desse mal...
Sim, mas é raro então.
O que me educa agora é o tumor quase de seis em seis meses...

Não entendi...
Tumor:  uma dor para dentro da garganta.

Presumo que você tenha acompanhamento médico e receba o tratamento adequado...
Tenho acompanhamento médico, mas receber tratamento adequado aqui na Guiné talvez se ser rico ou filho de Político... 😊😊

Sei... quando começou a trabalhar?
Trabalho privado, mas não sempre.

Que tipo de trabalho?
Eletricidade.

Qual é a sua religião?
Estou seguindo as testemunhas de Jeová.

Como vai a Guiné-Bissau?


A Guiné é um estado laico, quer dizer que tem várias religiões muitas unidas, mas, politicamente, quase morta porque só temos políticos interesseiros, só pensam em suas barrigas.

Não melhorou depois da independência?
Pior que antes.

Conhecia esta revista virtual “O cão que fuma”?
Não conheço. Mas quereria muito conhecê-la.

Eis o link: O cão que fuma.
👍

Então, agora conhece, certo?
Sim.

E gostou?
Gosto sim.

Voltando à Guiné... então você considera que a situação piorou após a independência (1974)...
Pois é...

Mas o PAIGC (Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde), que tanto berrava e lutava contra a colônia não conseguiu implantar um regime de liberdade e prosperidade?
O PAIGC é uma espada para o país. Desde a independência que não tem algo de bom para o país.


[Ato eleitoral do dia 13 de abril de 2014: nesse dia o povo guineense votou quer para as eleições presidenciais, quer para as eleições legislativas. José Mário Vaz, apoiado pelo Partido Africano da Independência da Guiné-Bissau e Cabo Verde (PAIGC), obteve 61,9% dos votos na segunda volta das eleições presidenciais enquanto que o candidato Nuno Nabian, candidato independente apoiado pelo Partido da Renovação Social (PRS) recolheu 38,1%.

Relativamente às eleições legislativas, o PAIGC conquistou a maioria absoluta, com 55 dos 102 lugares da Assembleia Nacional Popular. Em segundo lugar ficou o Partido da Renovação Social (PRS) elegendo 41 deputados.

Domingos Simões Pereira, presidente do PAIGC, tornou-se assim, por inerência, o primeiro-ministro.

Após pouco mais de um ano em funções, o Governo de Domingos Simões Pereira foi demitido por decreto presidencial a 12 de agosto de 2015. A 20 de agosto de 2015 o presidente José Mário Vaz nomeia, à revelia do PAIGC, Baciro Djá como novo primeiro-ministro da Guiné-Bissau.

No entanto, o Supremo Tribunal de Justiça (que na falta de um Tribunal Constitucional assume essas funções) julgou inconstitucional a nomeação de Baciro Djá, pelo que ele é exonerado de suas funções no dia 8 de setembro de 2015.

A 17 de setembro de 2015 - e após intensas negociações entre o presidente da república e o PAIGC - Carlos Correia é nomeado Primeiro-Ministro da Guiné-Bissau, a 12 de outubro de 2015 e tomado posse no dia seguinte. (Wikipédia)]

Esse Partido ainda governa a Guiné? Me parece que esse partido não mais existe em Cabo Verde, correto?
Ele é que está no poder. Em Cabo Verde não. Até ali mudaram a sigla pra PAICV.

Por que você considera o PAIGC uma espada para o país?
Porque no Partido tem alas no ano de eleições, unem todos depois da tomada de posse, entram em intriga por pastas, assim o país entra em crise e o povo fica sofrendo de toda essa bagunça.

Você considera a Guiné-Bissau uma Democracia?
Guiné é um País de Democracia, sim.

Você conhece algum dos países limítrofes, tipo o Senegal, a Guiné Equatorial...?
Esses países não conheço.

Na sua opinião, o que mais falta, para a população, na Guiné-Bissau?
Prioridade: escolas e hospitais.

Você mora em Bissau?
Não fico permanente em Bissau, fico mais tempo no interior.


Assistiu aos jogos do Mundial 2018? Por qual seleção torceu?
Futebol não é muito minha linha, não assisti ao mundial.

Gostaria de conhecer Portugal?
Gostaria sim.

Que mensagem você enviaria aos portugueses?
A mensagem é para que Deus continue abençoando-os, porque hospedaram muitos guineenses e que desenvolvam muito mais...

Dino, a propósito, como você vê essa ‘polêmica’ internacional sobre imigrantes ilegais que alguns jornalistas ainda teimam em confundir com refugiados?
Assim está mal tentar ser refugiado arriscando assim as suas vidas... eu vejo mal essa intenção de tentar imigrar ilegalmente.

Mas, que tentem recebê-los com cuidado porque são seres humanos. Talvez tentaram fazer isso por causa da pobreza extrema, mas eu os aconselho que evitem isso (arriscar a vida) porque é arriscar demais suas vidas...

Se lhe fosse dada a oportunidade você emigraria da Guiné?
Claro! Que seja legal eu aceito.
Olha, não quero falar das minhas coisas, mas... na minha família há muita dificuldade.

Uma derradeira mensagem...
Bom, em primeiro agradeço a Deus por me oferecer essa oportunidade de conversar assim tão ótimo com eles.
Fico muito feliz e animado com o seu interesse em me fazer essas perguntas...
Obrigado e espero um dia conhecê-lo e aos seus leitores!
Estou muito legal com você!

Muito obrigado, Dino! Felicidades para você!

Conversas anteriores:
Vitor Grando: “Gente que nunca trabalhou na vida, como Marx e os intelectuais da Escola de Frankfurt, acabam tendo uma visão distorcida da realidade.”

7 comentários:

  1. Em poucas palavras ,identifica-se o ser humano do bem!
    Eis aí um!

    Paizote

    ResponderExcluir
  2. Dino,cidadão consciente, batalhador, ser humano do bem (com a licença do Paizote), merece ter sorte; Jim, surpreendendo sempre positivamente.
    Estes depoimentos me comovem profundamente; e por que não comovem profundamente, também, os políticos com poder para modificar, melhorar as condições de vida de seus representados?
    Estas injustiças sociais incomodam.
    Jim, obrigado pelo espaço com boa leitura e informação
    Abraços do amigo
    Vilmar Mota


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, 'véio' amigo.
      Foi um privilégio conversar com o Dino. Porque as suas afirmativas trazem um caminhão de mensagens.

      Excluir
  3. Caro Editor, mais uma vez digo Parabéns ao Blog, por sempre nos proporcionar tantas reflexões com suas Entrevistas. Muito Boa! E Parabéns ao Dino, pela pessoa que é. Obrigado!

    ResponderExcluir
  4. Muito obrigado à todos amo vocês!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela entrevista ! Percebe-se que Dino é um homem de bem e abnegado na busca de tempos melhores para si e para o país, sua terra natal.
    Dez são os países que tem a língua portuguesa em comum . Há ainda um estado indiano - GOA - que,não oficialmente, tem falantes do nosso rico idioma . Há quem considere Macau (China) mas não é verdade ; lá fala-se o mandarim ( e dialetos locais). O português é falado por poucos imigrantes lusitanos que moram por lá há bom tempo.
    A comunidade lusófona tem muito em comum ; algumas questões levantadas pelo Dino leva a crer que o Brasil e a Guiné - Bissau são a mesma coisa;
    a diferença é simplesmente geográfica ...
    Os eventos, os encontros oficiais que tem reunido representantes dos 10 países de língua portuguesa demonstram a riqueza individual de cada povo e seus costumes, e a contribuição que cada qual pode dar para o desenvolvimentos dessas nações e desses povos.
    Vá em frente, Dino, e jamais esmoreça ! Quando desistimos, quem vence é o inimigo!
    Grande abraço.

    Sidnei Oliveira

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, o meu amigo cão que fuma pode me ajudar com condições Pra eu ir a Europa?

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-