terça-feira, 10 de janeiro de 2023

“Democracia”: MPF instaura inquérito contra Jovem Pan

Emissora teria promovido 'conteúdo desinformativo'

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou um inquérito civil nesta segunda-feira, 9, contra a emissora de rádio e televisão Jovem Pan. A empresa teria disseminado conteúdo “desinformativo” sobre o funcionamento das instituições brasileiras, com potencial para incitar “atos antidemocráticos”.

A investigação baseia-se em um levantamento feito nos últimos meses. A emissora também teria veiculado “notícias falsas” e promovido “comentários abusivos” durante sua programação.

Entre as justificativas citadas pelo MPF, está a cobertura das manifestações ocorridas em Brasília no domingo 8. Segundo o Ministério Público, os comentaristas da Jovem Pan “minimizaram o teor de ruptura institucional dos atos e tentaram justificar as motivações dos criminosos que invadiram e depredaram as sedes dos Três Poderes”.

As declarações dos jornalistas Alexandre Garcia, Paulo Figueiredo e Rodrigo Constantino foram citadas como exemplos de falas consideradas ofensivas aos “Poderes da República”. Outros nomes também foram mencionados no informativo do inquérito.

O MPF considerou que vários programas veiculados pela Jovem Pan possuem declarações com “potencial efeito de incitação a atos violentos no país”. Entre elas, as críticas sobre a lisura do processo eleitoral de 2022, que terminou com a eleição do atual presidente, Luiz Inácio Lula da Silva.

Ordens do inquérito

O MPF pediu que a Jovem Pan forneça as informações detalhadas sobre sua programação e sobre os dados pessoais dos apresentadores e dos comentaristas dos programas Jovem Pan NewsMorning ShowOs Pingos nos Is 3 em 1 em até 15 dias corridos.

O YouTube também foi informado que deve preservar na íntegra todo o material publicado pela Jovem Pan desde 2022 até hoje e comunicar, no prazo máximo de 30 dias, a relação completa de conteúdos deletados e com visualização restringida pela emissora.

Vídeos que foram alvos de moderação direta do YouTube ao longo do ano passado deverão ser especificados, e os motivos do controle explicados pela plataforma.

Procurada por Oeste, a Jovem Pan não se posicionou até a publicação desta reportagem.

Título e Texto: Redação, Revista Oeste, 9-1-2023, 19h13

Relacionados: 
"Guga Chacra, seja homem!" 
Especialistas em difamação 
Democracia ou revolução? O Centro decide 
Lula é que vai defender a democracia? Boa sorte 
Revista Oeste recebe nova punição do YouTube 
Militantes e funcionários da esquerda e da extrema-esquerda, travestidos de jornalistas e acantonados em bunkers que eles chamam, despudoradamente, de “redações”… 
Uouu!... Quão felizes entre iguais! 
Brésil : le retour de l’assaut du “Capitole” ? - JT du lundi 9 janvier 2023 
O tweet mais ridículo da semana (4) 
Escândalo moral sem precedentes 
Como as ditaduras nascem 
Surpreendentemente a palavra "milícia" deixou de existir para a grande mídia 
A maldição dos 40 ameaça um setentão 
A era da grande mentira 
Aqui eles têm voz: Constantino e Fiuza falam sobre a censura do STF 
'Jornalismo': Agência checa até picanha para defender Lula 
[Foco no fosso] Por falta de datas 
Xande lutou MMA, Bolsonaro jogou dama e direita terá de se organizar 
A volta de Lula e a ameaça judicial à democracia brasileira 
A cena do crime 

Um comentário:

  1. MPF. Muita Putaria Fedendo.
    Aparecido Raimundo de Souza
    Do sítio Shangrila, um lugar perdido no meio do nada.

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-