sábado, 12 de dezembro de 2020

Foram tantas conversas...


Até hoje, 85 conversas!

Muito obrigado!


Conversas anteriores:

Ademir Carreira: “A Base RIO era preconceituosa, mas era mais liberal. SAO era mais rígida.”

Da Gama: “vi um anúncio da Varig sobre admissão de aeromoço e aeromoça, aí minha vida mudou.”

Canedo: “Odeio o Rio. Desde que me formei quero sair do Rio, só fiquei por causa da minha avó.”

Gabriel Mithá Ribeiro: “Não basta ser um político notável para resistir. É necessário algo mais. Bolsonaro tem esse algo mais que é difícil de definir”

Mithá: “O meu destino ficou traçado pelo processo de transição da era colonial para a independência de Moçambique, em 1974-1975. Foi no final da minha infância.”

Ellen: “Vim porque nunca consegui entender o Brasil, tem tudo para dar certo, mas dá tudo errado...”

Flávia Mendes: “Adotando uma visão espiritualista, entendo que essa #PESTE imporá um freio de arrumação nos Valores Humanos perdidos.”

Jeronimo: “Lembro que me agarrei a uma oração escrita pela minha mãe, que eu guardava no bolso da minha camisa do uniforme. Essa oração me acompanhou durante meus vinte e oito anos de voo.”

Luiz Motta: “os mais de treze mil funcionários que mantiveram a VARIG voando até seus últimos dias... merecem ter sua dignidade de volta, merecem deixar este sofrimento e esta angústia que nos acompanha há tantos anos...”

[O cão tabagista conversou com...] 76 conversas. Muito obrigado!

Carlos Alberto Toscano: “Na minha opinião nem segunda instância deveria existir. Foi julgado e condenado, então cumpra-se a pena."

Gabriel Mithá Ribeiro: "O pensamento freudiano deixa muito claro que a chave que abre a porta à viabilidade de indivíduos e coletivos é a autorresponsabilidade pelo seu destino"

William: “Uma conjunção de fatos, ações e motivações fizeram com que a Varig acabasse como acabou.”

Rommel Costa: “Temos a obrigação de lutar pelo país e pelas gerações futuras.”

Nercy: “Moro no Rio de Janeiro desde 1969. A cidade vem sofrendo muito com a gestão do prefeito Crivella que não vem tendo um bom desempenho.”

Tania Teixeira: “Existem outros fatores que são também importantes para a profissão, como saber e querer lidar com o público em geral.”

Claudio Serrat: “Tenho muita fé em Deus e conto com a força, atenção e carinho dos amigos"

Ruben Aguiar: “acho que a ligeira deficiência motora que tenho desde nascença foi, em grande parte, o motor da minha vida. Por incrível que pareça.”

Pedro Caldas: “O Brasil precisa, com urgência, de um choque de capitalismo e de um governo que desarme o marxismo cultural, que o está asfixiando."

Gilvan Pinheiro: “Sim, ganhei muito dinheiro. Mas não consegui levar o ouro para o Brasil em 1978.”

Já conversou com [O cão tabagista conversou com...]?

Luiz Arêas: “Entrei para a Varig, sem indicação, sem pistolão, pelo meu mérito mesmo.”

Bruno Miguel Branco: “Não somos nem de extrema-esquerda nem de extrema-direita. Somos de extrema justiça.”

Aparecido Raimundo de Souza: “O Brasil não tem mais jeito. Entrou na UTI, e só Deus para tirá-lo de lá.”

Daniel Torres: “O enfermeiro atua em todo o ciclo de vida desde o nascimento até à morte, é aquela pessoa que está sempre lá. E é isso que me quero tornar...”

Francisco Carvalho: “Não esmorecemos. Quanto pior ficava a situação, mais nos esforçávamos."

Vitor Grando: “Estamos perante uma oportunidade ímpar de sepultar de vez o projeto bolivariano"

Ada Ciolac: “O passado foi lindo, mas passou. O futuro é promissor, mas ainda não chegou. Viva o presente.”

Coronel Paúl: “Vale lembrar que devo ter sido o primeiro a gritar ‘fora, Cabral!’ nas ruas, isso em 2008 e o primeiro a criticar as UPPs a partir de 2009, quando todos aplaudiam.”

Denise Ribeiro: “Meu amanhã é agora e, de preferência, aqui mesmo!”

Paulo Jorge: “Espero que agora com esta nova eleição que se avizinha, o povo tenha mais noção na escolha dos seus representantes.”

Mario Pimenta: “É uma mistura de farsa eleitoreira, com ambição financeira de quem nada tem a receber da massa falida, porém, milhões do AERUS.”

Bruno Silva: “São um bando de comunistas que destruíram o país e que continuam a marchar rumo ao abismo.”

Dino Malam Ufaro: “O PAIGC é uma espada para o país. Desde a independência que não tem algo de bom para o país.”

Aloisio: “Jamais seria comissário de voo nos dias de hoje, aqui no Brasil.”

Marco Sichi: “Os comissários só deixam de ser vistos como serviçais no momento em que o filho do passageiro se engasga”

Elisabeth Miglia: “Minha grande satisfação foi a minha carta de demissão.”

Eliza Martins: “Se há algo que me arrependo na vida, foi de ter desistido da aviação... por puro orgulho. Orgulho não leva a nada!”

Lindy: “Amor à primeira vista. Ele existe, sim... e dura para sempre!”

Idacil: “O PT arrebentou o Brasil. As nossas indústrias foram sucateadas.”

Haroldo: "O Rio dentro de 40 ou 50 anos estará inabitável e vai virar uma 'cidade-fantasma'"

Vitor Grando: “Gente que nunca trabalhou na vida, como Marx e os intelectuais da Escola de Frankfurt, acabam tendo uma visão distorcida da realidade.”

Maria João: “Agora, assistimos aos abutres e chacais atrás do dinheiro da Defasagem Tarifária que deveria ser destinada aos trabalhadores.”

Dirnei Guedes: “Eu era um brasileiro puro sangue, que jogava papel nas ruas”

Angela Arend: “Na aviação de hoje não gostaria mais de voar como comissária”

Guillermo Santandreu: "e após uns segundos, que aproveitei para olhar nos olhos dos participantes, informei que em Lisboa estavam as duas aeronaves disponíveis da EuroAtlantic."

Dorival Cruz: “Na economia o que vale é a razão e não a torcida ou emoção.”

Vander Rocha: "E muitos deles me criticaram, me ofenderam e até me expulsaram de uma palestra no sindicato."

Marcelo Duarte: “Enquanto pilotávamos os aviões, os que estavam pilotando a empresa estavam quebrando a VARIG e o AERUS”

Paulo Branco: "Meu pai costumava dizer que a primeira palavra que falei foi VIÃO"

Barros: "A VARIG também viveu a sua época de 'galo' "

Aloisio: “Atribui-se muito a queda da RG a uma situação política, mas sabemos que houve má gestão e desvios também...”

Mariscal: “… então resolvi procurar trabalho. E por livre e espontânea vontade dirigi-me à Varig”

Volkart: "Eu nunca fui um poupador, já tive várias discussões em casa a este respeito, gosto de gastar, tenho prazer em gastar..."

Rolando: “O Brasil me tira do sério”

Oscar Bürgel: “Bottini tentou servir a dois senhores ao mesmo tempo”

Dolores Arieta/Lollyn: “Aceitei ser candidata pela nossa verdadeira necessidade de termos uma representação na Câmara Federal.”

Thomaz Raposo: "Até hoje nunca desisti, pois sou uma pessoa determinada" 

Curvello: “Nunca escondi nada da minha vida… apenas ocultei dos tolos e ignorantes”

Rocha: "Nunca gostei da profissão"

Paulo Contreiras: "... nada justificava uma greve já que a companhia havia nos proporcionado a coisa mais importante que poderíamos pleitear, nosso plano de aposentadoria privada" 

Odoaldo Passos: “Vamos votar com responsabilidade, para que possamos colocar o Brasil no patamar dos países desenvolvidos"

Silva Feio: "Saudades sim, tristeza não. Foram vinte e seis anos bem vividos, numa empresa de aviação comercial com excelência em tudo o que fazia."

Nelson Cirtoli: “Comecei a trabalhar aos 9anos, como leiteiro”

Thomaz Raposo: “Acredito que em pouco tempo, com a solução planejada em virtude dos processos, tudo venha a se normalizar.”

Cleia Carvalho: “prefiro me agregar a todas as lutas do que ser uma pessoa omissa”

Mark Tony: "...fui um tripulante da Varig. Não saio de casa sem levar o meu crachá"

Ivan Ditscheiner: “A Varig, tão falada por tanto tempo, não existe mais. Nós, sim. Nós existimos.”

Edi Oliveira: “caramba, trabalhei tanto, paguei tanto, acreditei, confiei tanto, e agora nem para papel higiênico servem essas promissórias...”

Consuelo Maria: "Não acredito em ACORDO antes do julgamento da Defasagem Tarifária"

Thomaz Raposo: “A APRUS apenas trabalha no interesse de todos os participantes e isto não é aceito pelo SNA que quer sempre ser o dono da verdade” 

Nelson Schuler: "O desmoronamento foi um DESASTRE que causou para mim e meus três filhos muita ARMAGURA e NOSTALGIA"

Rubens de Freitas: “O desespero era grande e eu decidi acabar com a minha vida.”

Jonathas Filho: “a vida tem certas ironias que, perguntadas, só fazem sentido muito depois”

Janda Mendez: "Deixa eu te dizer uma coisa: depois do choque da falência, foi um tal de salve-se quem puder e farinha pouca meu pirão primeiro"

Alberto José: "eu sempre comentei que estavam 'sangrando' a VARIG!"

Vitor Grando: “há algo de profundamente pessoal na minha crença em Deus"

Aderval Gomes: “ninguém, em sã consciência, pode estar satisfeito com a situação dos aposentados". 

Almir Papalardo: "foi o PT o partido mais insensível e pernicioso para os aposentados e pensionistas"

Cristina Cruz: "Até hoje me deprimo muito com essa história da demissão"

Lynda Schmidt: "se a empresa faliu, a culpa, com certeza, não é dos que trabalhavam, mas dos que não souberam administrar!"

Nelson Ribeiro, o Lâmpada: A minha Carteira de Trabalho tem somente uma assinatura: "Varig"

Marcio Valério: "O nosso governo de esquerda utiliza processos de tortura que fariam inveja aos bons tempos do Terceiro Reich"

Ernesto Ribeiro: "Sou a favor de esterilizar as populações das culturas subdesenvolvidas"

José Jordão: "É pesaroso ver a aflição em que nos encontramos"

Carlos Alberto Souza: "estou desiludido, cansado, quase desistindo..."

Francisco Vianna: "Não se confunda Ensino com Educação"

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Quem diría Jim que já atingistes tantos depoimentos importantes para preservar a nossa memoria historica com a atuacao e vivencia na brilhante e saudosa Varig. Muitos parabéns a vocé e dedicada familia pela realizacao dos encontros dos Variguianos em Sintra. Aproveito a oportunidade para desejar a todos um Feliz Natal, um Saudavel e Prospero 2021.
      G.Santandreu

      Excluir
  2. Muito obrigado, Santandreu!
    O nosso 5º Encontrão será em maio/junho de 2022, se Deus quiser!!

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-